RSS

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Despausa. Pausa.


(Despausa no blog pré-férias. Após o bip, ele será novamente pausado, até segunda ordem.)

Minha amiga Taty me perguntou hoje o motivo da minha greve de Internet. Eu estranhei, mas pensei bem e vi que andei sumida sim.

Não há nada novo, só a constatação de uma verdade: quanto mais os filhos crescem, mais trabalho dão...rs. Sério, quando o povo me falava que eu sentiria saudade da Ana nenezinha, eu duvidava. Quem sente saudade de noites mal dormidas, de peito rachado, de cólicas infernais, de umbigo caindo, de cocô de meia em meia hora, etc e tal?

Mas agora eu entendo. Disso ninguém sente saudade, mas sim da tranquilidade de colocar um bebê em cima da cama e ele ficar. Você fica ali, namorando sua cria e ela retribui ficando quietinha. Pronto, simples assim.

Agora, você coloca sua cria em cima da cama. Ela rola, desce, sobe, levanta, pula. Você se descabela. Ela ri. Desce de novo, pega seu celular (ou óculos, chave, bolsa, sapato, controle) e sai correndo pela casa. Você fala, vai atrás, pede, ameaça, e ela ri.

Quer comer sozinha e derruba metade da colherada, brinca com o arroz, separa o que não gosta do prato, pede suco. Você finge que não ouve e ela grita, pra ver se você está com problemas auditivos.

Deixa o DVD de lado pra te pedir chupeta. Você enrola, ela insiste. Fala cada vez mais alto (novamente pra verificação auditiva), até que o vizinho escuta e você dá a bendita chupeta. Ou então acorda as 5 da madrugada pedindo mamadeira. Você desconversa. Ela fica repetindo ao pé do seu ouvido até você irritar-se e levantar pra fazer a bendita mamadeira.

Calma, não desanime...rs. Uma vez falei sobre o lado positivo das coisas. É lindo ver o desenvolvimento dela. Calça meu sapato e anda pela casa, com minha bolsa a tiracolo e dando tchau, como se fosse sair. Dá papinha à boneca, põe a mão embaixo, assim como eu faço. Me beija mil vezes, pisca pra mim, passa o nariz no meu, mexe nos meus cabelos. Se esconde pra nos assustar e morre de rir com nossa reação.

O que acontece? Vejo tanta gente engravidando, grávida e parindo que dá até vontadezinha. Mas aí vejo a loucura que é meu dia e desisto. Melhor curtir uma direitinho do que colocar dois na máquina de lavar...rs.

Biiiiiiiiiiiiip. (Beijos e inté!)

2 comentários:

Rose e Lisa disse...

kkkkkk

concordo plenamente as vezes sinto falta de deixar a Lisa deitada no sofá e ir no banheiro sossegada... agora aqui em casa o silêncio é motivo de preocupação...

mas mesmo assim estou planejando/tentando outro...

e ver o quanto eles evoluiram, cresceram, aprenderam, mudaram é muito gratificante e principalmente saber que estamos participando ativamente de cada aprendizado...

ah, ser mãe é ruim mas é bom demais... no meu caso me mostrou uma infinidade de coisas novas e que o mundo vai muito além do meu umbigo...

bjs e boas férias...

ps.: tb te senti ausente... rs... mas, achei que era problema do fuso... que estavamos nos desencontrando...

Ana disse...

Hehehe
Realmente, quando são bebes totalmente dependentes dão muito trabalho.
Mas o trabalho cresce junto com eles...
Beijos!

Postar um comentário