RSS

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Só um, hein.

"Mamãe, com essa carinha, vai me negar algo?"

Sabem quando tua mãe (avó, tia, madrinha ou afim) te fala: não cuspa pra cima que cai na testa? Pois bem, acredite, estão certas.

Eu sempre DETESTEI (em letras garrafais mesmo) o povo que vai ao mercado e abre algo durante a compra. Poxa vida, espera pagar e come.

Daí eu engravidei, pari uma linda menininha e ela começou a crescer. E é claro que sempre nos acompanhou nos dias de compra. E o que ela começou a fazer? Querer abrir um pacote durante a compra, claro.

Enquanto era na base do leite, dá-lhe uma mamadeira e pronto. Depois comecei a levar algum petisco e ela sossegava. Mas daí veio a fase de "eu quero e não adianta dialogar" e tive que ceder.

Só que nós sempre fazemos um trato, ela escolhe uma coisa pra comer e uma pra beber. E fora isso não abre mais nada (e olha que o carrinho tem várias coisas que ela ama, já que 99,9% dos itens são pra ela. Abafa o caso).

Fatalmente ela escolhe o biscoito de polvilho e um iogurte pra tomar. E fica feliz da vida, acompanhando a compra e deliciando suas escolhas.

Então aprendi: cuspir, agora, só pro lado.

1 comentários:

Rose e Lisa disse...

uhuhuhu

a Ana Elisa é das minhas... rs... eu amo fazer isso e já te falei né... a Lisa, não é muito de comer no mercado não, mas ela pede tudo que vê, agora fizemos um acordo que ela pode comprar uma coisa até 2 euros, e tem dado certo...
ela já pegou um produto e trocou por outro e tudo... o importante é combinar antes e cumprir o combinado...

bjs

e a Ana Elisa tá muito linda... ela tem umas bochechas que dão vontade de apertar...

Postar um comentário