RSS

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Lerê lerê...


Hoje o clima está um pouco mais ameno. Fiquei mais disposta, pois calor demais me deixa mooooooooole.

Ana Elisa dormiu e aproveitei pra cuidar da roupa. Recolhi a que estava no varal. Desisti de lavar mais (vamos economizar energia e só ligar a máquina quando tiver quantidade suficiente. A natureza e o bolso agradecem). Resolvi já passar, porque deteeeesto passar roupa, então nada de acumular (tá, sei que assim gasta mais energia, o que contradiz o que escrevi, mas são manias de dona de casa...rs).

Enquanto passava roupa lembrei de uma cena. Verão de milnovecentosenoventaeseis. Sogra na sala da casa dela, tábua montada, pilhas de roupas no sofá, umas passadas e outras pra passar.

Fiquei com dó dela. Afinal, passar roupa no calorão é de matar! Mas aí ela me mostrou, no encosto da cadeira, as camisas sociais que ela tinha pela frente. Começou a contar. Eram 21 camisas!

Isso mesmo, 21 camisas sociais! Quase chorei por ela, viu. Na época, meu então namorado, seus 2 irmãos e o pai trabalhavam de social, então era 1 camisa por dia pra cada um deles. E naquela época nada de microfibra, eram todas daquelas que amarrotam e não tem jeito de dar só uma esticadinha com o ferro.

Eu, que nesse momento da minha viagem no tempo, estava xingando o ferro (emprestado pela minha cunhada, pois o meu maravilhoso quebrou) e o forro da tábua (que é nova, então o pano tá liso e a roupa fica escorregando), levantei as mãos pro céu e agradeci o meu marido ter passado a usar camisas sociais só em alguns dias. Nos outros camisa polo, daquelas que não amassam.

E viva a praticidade!

3 comentários:

Rose e Lisa disse...

kkkkkkkkkkkkk

lendo o seu comentário lembrei de uma cena parecida com a sua... rs...

mesmo monte de roupa, meu então namorado não tinha camisa para ir trabalhar na segunda... a minha "adorada" sogra disse que ele tinha que pedir para eu passar as camisas, pq como ele ia casar comigo se ele não visse eu passando as camisas, que eu teria que fazer um "estágio" na casa dela, passando "toda" a roupa, inclusive do cunhado, lavando os 4 banheiros, cozinhando e arrumando a cozinha, para ver se eu servia para casar...

só de lembrar disso... ai, ai... pior que eu passei camisa para o Anderson para a semana, fiz o almoço de domingo e limpei a cozinha, só não lavei banheiro pq achei demais...

como eu era bobinha né??? kkkkkkkkkkkkk se fosse hoje em dia... ai ai...

bjs

Rose e Lisa disse...

ah, já ia me esquecendo novamente, amei a foto do post... lindaaaaaaaa... ficou perfeita a foto em familia...

Taty disse...

kkkkkkkkkk... amei o post e o comentário da Rose. Bem capaz meeeesmo que eu toparia esse tratamento de choque por parte da sogra...rs!
To me acabando de rir com a situação!

Postar um comentário