RSS

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Família, família.


A minha família é pequena, muito pequena. Minha mãe tinha uma irmã, que faleceu. Meu pai é filho único. Essa minha tia que mencionei, teve somente uma filha. Graças a Deus, convivi com meus 4 avós até 5 anos atrás, quando o nonno faleceu. E é isso...rs. Então, eu sempre adotei os primos da minha mãe (os mais próximos, claro, porque a família dos meus avós maternos é imeeeeeeensa) como tios e seus filhos como primos. E adotei a tia do meu pai como tia meeeeeesmo, pois morávamos na mesma rua. E eu tenho somente um irmão (já tá de ótimo tamanho...rs).

Já a família do meu marido é grande. A mãe dele tem 3 irmãos. O pai, idem. E ele tem, pasmem, 5 irmãos! Quando digo que essa minha sogra é santa, sei o que tô falando...rs.

Mas, em relação a quantidade e qualidade de tempo que passamos com a família, a minha ganha de 10 a 0 da dele. Por sermos poucos, procuramos sempre ficarmos próximos, reunidos, e é assim desde que me conheço por gente. Já a família dele, por serem em maior número, acabaram distanciando-se um pouco. Minha sogra só tem contato direto com 1 irmã, meu sogro com um também, mas os meus cunhados estão sempre pelas redondezas.

Acontece que minha sogra mudou, e ficou "meio" fora de mão a visitarmos. E lá era o QG da cambada, lá os filhos, noras, genros e netos iam sempre, seja pra um café da tarde, pro almoço de domingo ou só pra dar um oi. E agora isso tá mais complicado.

Então combinamos de nos visitarmos mais, levarmos os primos pra brincarem juntos, etc e tals. E ontem minha casa foi o local eleito pra reunião da família (só 2 cunhados e suas famílias não vieram). A casa estava cheia, fiz comida aos montes (nem sabia como ia sair), apertamos na mesa pra todos caberem, e no fim foi gostoso demais!

As crianças (grandes e pequenas) brincaram, tocaram bongô, dançaram e nós, adultas, tricotamos, enquanto os adultos viam futebol na TV (3a divisão do futebol Russo, mas tá valendo...rs). Só não foi melhor porque minha filhota chorou quando o povo começou a ir embora, chamava "Vovó" com um beicinho de dar peninha.

E por isso, ou não, dormiu mal pacas. Mas isso já é uma outra história.

Você tem família grande? Pequena? Seja como for, dê valor a ela, aproveite cada momento juntos, pois a vida é pequena e passa muito rápido.

1 comentários:

Monica disse...

Menina!! Minha familia é enoooorme! Somos CINCO irmãos. Quatro muheres e um homem. Todos os dias agradeço meus pais por ter tantos irmãos. Coitados! Hj eu sei que não deve ter sido nada fácil para eles cuidarem de tantas crianças rsss.

Postar um comentário